DTC

DTC, diagnose trouble code ou código de avaria, são códigos de sistemas eletrônicos que obedecem o padrão OBD2 registrados por uma ECU acerca de alguma falha que foi detectada ou que está ocorrendo no sistema. O código é alfanumérico, em geral composto por uma letra e quatro números, podendo somente ser acessado via scanner.

A letra significa em qual sistema está ocorrendo a falha, o primeiro número indica se é um código padrão SAE ou específico da marca do veículo, os números seguintes indicam os sistemas específicos no qual a falha está ocorrendo. Por exemplo

P0507

  • P – Powertrain;
  • 0 – Padrão SAE OBD2;
  • 5 – Vehicle speed control and idle system;
  • 0 e 7 – Descrição da falha detectada, no caso, RPM acima do padrão.

As letras que compõe o código representam:

  • P – Powertrain;
  • B – Body;
  • C – Chassis;
  • U – Network.

O primeiro número pode ser representado pelos seguintes números:

  • 0 – Código padrão SAE OBD2;
  • 1 – Código específico da fábrica.

O segundo número pode ser representado pelos seguintes números:

  • 1 – Cálculo da mistura ar e combustível;
  • 2 – Cálculo da mistura ar e combustível (apenas para circuito das válvulas injetoras);
  • 3 – Sistema de ignição ou centelha perdida;
  • 4 – Controle de emissões;
  • 5 – Controle de velocidade do veículo e sistema de controle da marcha-lenta;
  • 6 – Computador e sistemas auxiliares;
  • 7 – Transmissão;
  • 8 – Transmissão;
  • 9 – Transmissão;
  • A – Propulsão híbrida;
  • B – Propulsão híbrida;
  • C – Propulsão híbrida.

Os códigos são registrados em um memória dedicada dentro da ECU e podem ser apagados através do scanner. Entretanto, se o problema não for detectado e reparado, o código continuará sendo registrado.