Precisamos falar sobre Need For Speed Porsche Unleashed

O último título da série Need For Speed lançado para o playstation é um pouco obscuro, sua versão de computador, ainda que incomparavelmente melhor que a do console da Sony, também é pouco conhecida. O Need For Speed Porsche Unleashed, ou Need For Speed Porsche 2000, foi lançado em 2000 pela Electronic Arts. Neste título apenas carros da marca alemã estavam disponíveis, que aliás, fazia aniversário naquela época. Embora esse artigo se concentre na versão de psx, na qual o autor, teve mais contato, a versão de pc exibia gráfico lindos para a época, jogabilidade tradicional de todo need for speed, diversas pistas espalhadas pela Europa, que variavam em circuitos fechados em Mônaco a trajetos ponto a ponto na Alemanha. Além disso, a versão de Windowns contava com a maior das novidades, a possibilidade de visualizar os Porsches no showroom de forma bastante interativa. Era possível entrar no veículo, abrir portas e tampas e conferir como é um Porsche de verdade. Isso na época era simplesmente inédito, nenhum jogo de corrida havia atingido esse nível de detalhe e esmero. Entretanto, a versão de psx foi bem diferente disso, e é ela que será abordada neste artigo.

O jogo

Menu principal do jogo, indica todos os modos do game.
Crédito foto: https://www.vizzed.com/videogames/game.php?id=35143

Após a abertura do game, de muito bom gosto para a época, diga-se, entramos no menu do jogo. Na tela de título o game aproveita para ler os memory cards e finalmente vemos as opções do jogo. O layout do menu é completamente diferente do visto no último título da série para o psx, o Need For Speed High Stakes, é mais simplificado mostrando as opções single race, evolution, factory driver, options e credits.

Single race

O tradicional modo de jogo em jogos de corrida, é apresentando no nfspu com disponibilidade para até 4 jogadores via multi-tap e com os modos singles race, pursuit, catch the flag e catch. O jogador tem a disposição os principais carros do jogo, com destaque para a versão de GT3 do 911 mais atual daquela época, o 996. Para destravar mais carros, bastava ao jogador cumprir todas as provas no modo factory driver.

Factory driver

Nesse modo o jogador assume o lugar de um piloto de testes da Porsche que deve cumprir diversas missões com variados carros da marca. Em geral, os testes são básicos, como slalon, seguir o traçado e alcançar determinado local dentro de um tempo estipulado. O modo utiliza cones como delimitador da pista, e caso sejam atingidos o jogador é penalizado. É um modo que tem relativa diversão, mas é bastante simplificado em comparação com mesmo visto na versão de computador. Ao completar o factory driver o jogador passa a ter a disposição, no modo single race, os três carros de corrida do jogo, o 917 K Short Tail, o 911 993 GT2 e o 911 GT1.

Options

Nesta tela do jogo é exibida as configuração de jogo como controles, display e sons. Curiosamente eu sempre modifico a configuração dos botões, pois o jogo já pré-configurado com L2 e L1 como trocas de marcha. Sempre preferi o padrão Gran Turismo, com R2 e L2 para as trocas de marcha.

Credits

Aqui o jogador pode ver os créditos aos desenvolvedores e programadores do jogo. A informação interessante aqui, é que embora a Electronic Arts tenha sido creditada, o desenvolvimento ficou a cargo da Eden Studios. Guarde essa informação.

Evolution

Aqui está a cereja do bolo do nfspu, o modo Evolution. Neste modo o jogador é enviado de volta para a década de 1950, quando os primeiros Porsche começavam a surgir. Esse modo é dividido em três épocas diferentes, a era clássica, a dourada e a moderna. Cada era tem uma bocado de corridas a serem vencidas, que são dividas por Weekend Races, Tournaments e Circuit Races. Uma vez conquistadas todas as corridas, o jogador ganha uma quantia em dinheiro que o possibilita comprar e reparar qualquer carro. Esse modo é muito rico, então abordarei ele em separado.

Jogando

Graficamente, NFSPU é um jogo bonito, desde que se jogado com um jogador.

O Need For Speed Porsche Unleashed é um jogo prático, abriu a tela principal, escolheu single race e o número de jogadores, você já escolhe seu Porsche e a pista e o jogo começa. Depois do tradicional loading temos contato com o game em si, e nesse ponto podemos ver o quanto ele é diferente dos outros títulos da série. Quando o game começa você percebe que tem apenas quatro carros na corrida, isso é muito pouco, dado que no título anterior da série as corridas eram compostas por oito carros. Apesar disso, o jogo é divertido e gostoso de jogar, talvez mérito de um jogabilidade um pouco lenta. Sim, lenta. Os comandos do game são um tanto lentos, de forma que você precisa calcular bem sua aproximação para as curvas, ou senão acabará enganchado em alguma grade ou poste. Outro fator que faz o contorno de curvas ser crítico, é a estranha modelagem dos freios, eles nunca parece frear o suficiente. A medida que se joga, se aprende a frear no tempo certo e já iniciar o contorno de curvas, até lá muitos Porsches terão perca total.

Graficamente o jogo é bonito, os carros são bem detalhados, você consegue ver o condutor dentro e ele se mexe conforme os movimentos pedidos pelo jogador ao volante (controle). Além disso é possível ver todo o painel e o estofado do carro. Externamente, os carros são bem detalhados, com logos, nomes e todas as silhuetas que fazem cada versão do 911 diferente uma da outra. É possível, até mesmo, visualizar os discos de freio por de trás das rodas, se o desenho do aro permitir. As pistas tem o gráfico pixelado do psx, que eu sempre gostei e achei bonito, tem bons detalhes como placas, cancelas, e portões. Além disso, algumas pistas possui superfícies diferentes, que podem variar entre asfalto, areia e calçamento, e em todas elas o comportamento do carro muda, o que mostra como o pessoal da modelagem do carro estava atento. Por exemplo, em algumas pistas na Alemanha, você sai do asfalto e passar por uma sessão de calçamento, e logo que o carro entra nessa zona as rodas destracionam deixando marcas no chão. Bem prazeroso, eu adorava fazer isso. O problema da parte gráfica, é que os carros dos oponentes tem detalhe muito inferior ao carro do jogador e isso é ainda mais perceptível quando os carros estão danificados. Além disso, os carros não parecem estar rodando sobre a pista, e sim, flutuando sobre ela. É muito feio. A situação fica ainda mais constrangedora no modo multiplayer, bastando dois jogadores para a qualidade gráfica do carro ir do céu ao inferno.

NFSPU com quatro jogadores tem experiência divertida, até. Entretanto, a queda na qualidade gráfica é notável, deixando o jogo um tanto feio.
Crédito foto: https://www.emuparadise.me/Sony_Playstation_ISOs/Need_for_Speed_-_Porsche_Unleashed_%5BNTSC-U%5D/37296?aid=6&fwdId=1200&pos=3&ps=DAUSUE&Keywords=&

O modo multijogador é possível através de um acessório chamado multitap. Eu tive esse acessório e, confesso que nfspu é bem divertido jogando com quatro pessoas. O porém fica por conta dos modos de jogo. O modo pursuit em nada lembra o bem feito hot pursuit dos jogos anteriores, apenas um jogador é colocado na pele de um policial a bordo de um Porsche tendo bater nos Porsche que estão correndo pelo mapa. O jogo não acaba enquanto o tempo não zerar, caso o Porsche de polícia não alcance os outros. No modo catch the flag existem bandeiras com a logo do jogo espalhadas pelo mapa, o primeiro que pegar todas as bandeiras vence, e esse foi o modo que eu menos joguei juntamente como obscuro catch. Neste último, o game virava um pega-pega de Porsche, onde havia um carro que precisava bater nos outros para então inverter a situação.

Eden Studios, NFSPU e V-Rally 2 tem tudo a ver. Crédito foto: https://psxdatacenter.com/images/covers/U/N/SLUS-01104/SLUS-01104-B-ALL.html

De certa forma, o nfspu é um jogo bom, mas suas diferenças para os nfs anteriores geram estranhezas. Talvez estas tenham uma razão plausível. Nos tópicos anteriores foi mencionado que a desenvolvedora do game não foi a EA, e sim a Eden Studios. Pois bem, essa foi a mesma desenvolvedora dos jogos da série V-Rally, que tinha nomes diferentes de acordo com a região foram lançados. Nas Américas o jogo vinha com codinome Need For Speed V-Rally e na Europa, o jogo foi lançado como Test Drive V-Rally. Acredita-se que a mesma modelagem física utilizada no jogo V-Rally foi utilizada no Need For Speed Porsche Unleashed, e embora não tenho obtido nenhuma confirmação acerca dessa informação ela se mostra verdadeira quando reparamos nas semelhanças entre os jogos. Eu joguei o V-Rally, principalmente o 2, inclusive eu recomendo jogar somente este, existem muitas semelhanças na jogabilidade. O V-Rally não tem uma resposta tão lenta como no NFSPU, mas a forma como carro interage com pista é praticamente igual, tudo soa muito parecido, dando pista de que é mesma modelagem e motor gráfico. Alías, basta visualizar o replay das corridas no V-Rally 2, os posicionamento de câmera e interação dos carros com a pista são exatamente iguais. Para completar, no modo Arcade do V-Rally 2, quatro carros competem em um circuito, e os mesmos defeitos de NFSPU são vistos, como por exemplo, a grande diferença gráfica entre o carro do jogador e os carros da CPU.

Apesar dos contras, NFSPU acerta mais do que erra e tenho considerar como acerto o audio do jogo. Sem entrar em aspectos técnicos, apenas no meu background gamer de jogos de corrida, Need For Speed Porsche Unleashed acerta tremendamente na trilha sonora, indo do rock clássico a musicas eletrônicas características da década de 2000, passando por excelentes trilhas de jazz and blues. Isso tudo disponível no modo evolution, cada era possui uma trilha sonora diferente e todas são excelentes. Entretanto, em um jogo de corrida, o que queremos mesmo é ouvir o som dos motores. De todos os jogos de corrida que tive contato entre as décadas 90 e 2000, o som dos carros não era lá grande coisa. Com NFSPU não foi diferente, o som dos carros é dividido, basicamente, em dois sons. O som dos Porsche antigos, exceto 911, e o som dos Porsches com motores flat 6. Essa diferença provavelmente foi motivo de atenção a parte, uma que os modelos, 911, 959, 917 K Short Tail possuíam o tradicional flat 6 refrigerado a ar da marca, que soa bastante característico. Então não há uma decepção nesse quesito, embora os carros poderiam ter cada um seu ruído.

O grande problema de NFSPU, a meu ver, é a jogabilidade. Embora eu já tenha mencionado que ela é de fácil adaptação há alguns tópicos acima, a jogabilidade não acompanha a velocidade dos carros. Isso fica muito claro na era clássica, onde você começa com primeiros veículos da marca. Estes tinham menos de 50 cv e com muita dificuldade chegavam a 120 mph. Então a jogabilidade era compatível. Os problemas começam a partir dos carros com mais de 400 bHp, pois a maioria destes tem tração integral e aceleração acentuada nas largadas, retomadas e saídas de curva. Se antes o jogador precisava calcular o momento de começar a frear e virar, nesses carros você precisa acertar todos esses cálculos, ou simplesmente vai se esborrachar no muro ou ficar enganchado em algum poste ou árvore. E convenhamos, é extremamente irritante.

Evolution

Seria muito injusto chamar esse modo de “modo gran turismo do NFSPU”, pois esse modo de jogo foi inédito nos jogos de corrida dá época. Nenhum jogo de corrida para psx chegou a propor um modo carreira com um fluxo temporal, e o NFSPU faz isso e faz bonito. Você começa na era clássica, e é introduzido a esta através de filme com imagens dos Porsches da época em ação. E que imagens! Todas muito bonitas, nítidas e com excelente trilha sonora. Cada era é aberta com um fmv. No começo o jogador possui uma pequena quantia em dinheiro, suficiente para comprar um Porsche novo, mas no mercado de usados tem modelos mais potentes custando, porém avariados.

O jogo possui um sistema de danos interessante. Mesmo que você não bata em nada durante a corrida, seu carro sairá dela desgastado e com reparos a serem feitos, principalmente nos sistemas de freio e suspensão. Portanto, o jogador deverá gerenciar os gastos, pois de nada adianta gastar o dinheiro todo com um carro, apenas, bater ele depois e não ter créditos para reparos. E acredite, isso é muito fácil de acontecer, principalmente com modelos como o primeiro 911 3.6 Turbo. A minha estratégia era repetir corridas, principalmente as Weekends Races, para levantar a maior quantidade de dinheiro possível e partir para o Tournament Races.

Classic era

A primeira era é a clássica, nela você começa com modelos como nº1 e o maravilhoso 356 e suas variações de carroceria. Aliás, o 356 possui as variações Speedster, Roadster e Coupe, nas quais possuem diferentes características. O jogador desavisado vai pegar qualquer uma, ou o mais barato, ou mais potente. Até o momento que, em uma das corridas do Weekend Races, descobrir que tem um modelo muito mais rápidos que os outros, e é o Speedster. Essa carroceria é uma variação da Roadster, porém mais leve e mais rústica, o que deixa esses carros mais leves. Essas corridas são as mais complicadas da era clássica, de resto, todas são tranquilas de vencer. Para avançar para a era seguinte, basta vencer todas as corridas.

Golden era

Bonito ? Sim, mas fuja dele. Prefira o 928 S ou 928 GTS. Crédito Foto: Autor.

A era dourada é um pouco mais difícil que a clássica, ela é caracterizada pelos modelos que começavam a fazer a identidade da Porsche, o 911. Embora este carro já estivesse na era clássica, foi na era dourada que aparecia o primeiro Turbo, e é simplesmente é o carro que você não vai comprar. O 911 Turbo possui estabilidade inferior em relação aos modelos 928, que serão seus oponentes no Tournament Races. Escolha os modelos 928, 928 s ou 928 GTS e vença facilmente as corridas. Os modelos de entrada dessa era são os 924, que eram os modelos da marca alemã que possuíam configuração de motor dianteiro e tração traseira. São extremamente fáceis de guiar, bastando você comprar o mais potente deles para vencer as competições desses modelos. Uma forma de ganhar dinheiro fácil na era dourada é repetir as corridas de circuito com o Porsche de competição da era clássica, uma que esse corrida foi ganha na era anterior, o traçado do circuito é preservado, então vira uma corrida fácil para ganhar dinheiro. Aliás, um detalhe importante do game, os circuitos são os mesmos para todas as eras, a mudança ocorre apenas no cenário, que indica a evolução dos tempos. Muito legal. Posto isso, utilize a estratégia de repetir corridas para ganhar dinheiro e comprar carros, apenas tenha o mesmo cuidado com as corridas do Weekend. Estas são extremamente difíceis, pois o 968 Cabriolet larga na primeira posição e literalmente some na ponta. Para ganhar dessa cpu, você precisa comprar o mesmo carro e imprimir um ritmo forte logo no início da prova e tentar desaparecer logo na primeira volta. Depois administrar o ritmo, ficando de olho na diferença de tempos. Usar o qualify para largar na ponta é imprescindível. Outra corrida difícil é o torneio do Porsche 959, a meu ver, o carro mais legal do jogo. Esse torneio é difícil pois é nele que o jogador se frustra com a jogabilidade, pois fica claro que a baixa velocidade de reação dos comandos não está compatível com o desempenho do 959, que tem 450 bHp e tração integral. Uma vez pegando a prática, o torneio ainda é difícil, pois os oponentes são rápidos e você não pode errar. Além disso, é fácil bater e ficar com o carro todo empenado, ficando com seu desempenho comprometido. Esforce-se.

Modern era

Finalmente, ao chegar na era moderna, é possível ter acesso aos Porsches modernos. Daquela época, diga-se. A novidade era a versão moderna do 911, contudo não era o carro mais rápido do jogo nem o melhor o modelo a ser obter. Nessa última fase do modo evolution os campeonatos Weekend Races, Tournament e Circuit Races vão se utilizar os modelos Boxster e 911. Além disso, os novos modelos de corrida são os 911 GT2, 911 GT3 e 911 GT1, que são os carros mais rápidos do jogo. No Weekend Races a dificuldade não está tão alta quanto nos torneios anteriores, uma vez que o Boxster é um carro fácil de controlar. Então as corridas com ele são bem tranquilas. As coisas complicam quando começam as corridas que usam o 911, pois é natural que o jogador escolha o potente 911 Turbo. Entretanto, a dica aqui é abrir mão da potência, para buscar agilidade nas curvas. Lembre-se que a maioria das corridas do jogo são realizadas em circuitos de rua. Então, procure pelos 911 GT2 e 911 GT3, porém, modelos de rua. Eles são facilmente encontrados no mercado de usados. Uma dica para ter dinheiro nesse modo, é sempre repetir as corridas de circuito com os veículos antigos, que são possíveis de realizar em todas as eras. Uma vez que a corrida do 917 K Short Tail foi vencida era dourada na era dourada, é possível repeti-la essa corrida na era moderna.  Com os dois melhores 911 do jogo fica menos complicado vencer os Tournament e Weekend Races, apenas é necessário tomar cuidado com o 911 GT2 (de rua e de corrida) pois são carros extremamente potentes e agressivos na aceleração. Por fim, depois de tudo isso, é provavel que o jogador tenha levantado créditos suficientes para comprar o 911 GT1 e vencer o Circuit Races. Depois de ganho todas essas corridas, o modo Evolution chega ao fim. Um vídeo especial é liberado, e o jogador ganha uma quantia em dinheiro suficiente para comprar qualquer carro do jogo.

Just drive…

A polícia está aqui para te multar e destruir seu carro se você correr demais.
Crédito foto: https://www.emuparadise.me/Sony_Playstation_ISOs/Need_for_Speed_-_Porsche_Unleashed_%5BNTSC-U%5D/37296?aid=6&fwdId=1200&pos=3&ps=DAUSUE&Keywords=&

Uma das coisas legais do modo Evolution é a possibilidade de dirigir pelas cidades do jogo, Noruega, Alemanha, França e Japão, este último apenas na era moderna. Explorando os mapas, percebe-se que as pistas são apenas trechos do mapa fechados para as corridas. Também é pssível notar que a polícia está monitorando a cidade. Se passar pela viatura com velocidade acima do limite (60 km/h), esta vai correr atrás de você até acertar seu carro e presentea-lo com uma boa multa.

NFS Porsche

Os carros são muito bem detalhados, o que indica que foram modelados com cuidado pela equipe desenvolvedora.
Crédito foto: Autor.

Após tudo isso chega-se a conclusão que NFSPU não é um jogo ruim, está longe disso. Entretanto, suas semelhanças com o V-Rally 2, devido ao uso do mesmo motor gráfico, distanciam esse jogo do título anterior da série, o Need For Speed High Stakes (NFSHS). A física do jogo não reflete bem o comportamento dos carros mais potentes do jogo. Os gráficos são bonitos e detalhados, assim como no V-Rally 2, porém basta entrar para o modo corrida que é possível visualizar as falhas gráficas. Contudo, nada muito diferente do que foi visto na época do playstation 1. Dessa forma o NFSPU é um jogo na média, mas poderia ser bem melhor, principalmente se utilizasse o mesmo motor gráfico e física de seu antecessor, o NFSHS.